sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Calendário Lunar - Ano do Tamanduá

O que tem em comum este calendário com um tamanduá e o Ateliê Anjico?
O que os une, é que tanto o Ateliê quanto o calendário são criações da mesma pessoa: euzinha, Mangala Bloch.
A produção destes calendários antecede a criação do Ateliê, já se vão mais de 30 anos desde o primeiro.
Durante muitos anos os animais do calendário chinês povoaram esta 'folhinha'. O tamanduá é o convidado especial desta 15ª edição da Série Brasiliana, dedicada a valorizar os animais do Bioma Cerrado, que me acolhe a mais de 40 anos.
Outro destaque é para as Fases da Lua, com a intenção de nos lembrar de nossa conexão com o Cosmos, e porque os calendários antigos se baseavam na lua e é bom também relembrar de nossa conexão com nossa ancestralidade.
Por hoje é isso. Grata pela atenção!

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Dragon Dreaming no Ateliê

 No dia 08 de setembro eu e o Ateliê Anjico (rs) tivemos o prazer de receber o grupo do Curso Avançado do Dragon Dreaming. Para quem não sabe o Dragon Dreaming é uma metodologia desenvolvida por John Croft (será parente da Lara?) que tem como princípios o desenvolvimento pessoal, o fortalecimento das comunidades e o cuidado com a Mãe Terra.

 Esta metodologia tem como objetivo criar e apoiar projetos para serem realizados de forma colaborativa, onde as relações entre as pessoas envolvidas e os processos são mais importantes até mesmo que os resultados. Na foto, galera na trilha, no Córrego do Urubu.

 Corrente humana, somos tod@s um!

Pocinho encantado, encontro mágico.

terça-feira, 7 de agosto de 2018

Exposição e Oficinas na E. C. Varjão

 E no dia 04 de agosto, um sábado, fizemos a abertura da exposição na Escola Classe Varjão. Ficou bonito o refeitório, com os banners e alguns trabalhos dos alunos.

 Além da exposição oferecemos quatro oficinas para os alunos e seus familiares: pintura, com o tema águas...

 ... Desenho, com o tema 'a casa de cada um' e vizinhança...

 ... Colagem, para representar nossos sonhos de um mundo melhor...

 ... e de mandalas, com materiais naturais e industrializados, descartados.

Os trabalhos produzidos nas oficinas já estão enfeitando a Escola!

Aliás temos muito a agradecer, neste dia a escola também ofereceu oficinas, como xadrez e futsal, ajudou a divulgar e preparou de forma linda o espaço para que pudéssemos desenvolver nossas atividades. Linda parceria!

sexta-feira, 27 de julho de 2018

Exposição na Escola Classe Varjão!


O projeto Arte-Educação-Ambiental na Escola Classe Varjão está chegando ao fim. 
Dia 04 de agosto estaremos abrindo a exposição de encerramento, com fotos do processo e trabalhos das crianças, que ficará aberta até o dia 10. 
No dia 04, alunos de toda a escola e seus familiares terão a oportunidade de experimentar algumas das oficinas que fizemos ao longo do primeiro semestre de 2018. 

Até lá!

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Férias no Ateliê Anjico - 31ª edição!

 Nesta 31ª edição das Férias no Ateliê Anjico quem esteve com as crianças foram a Raquel Piantino e a Andressa Regina, pois eu estava em Cavalcante, num curso de Dragon Dreaming. A Raquel frequenta o Ateliê desde que era criança e trabalhou em mais de vinte dessas tantas edições e a Andressa trabalhou nas duas últimas, em sintonia total com a proposta: Muita arte e brincadeira, em profunda conexão com a natureza!

 Pedi para elas contarem um pouquinho de como foi esta vivência:
"As crianças são natureza em essência. Fica fácil perceber issoquando elas estão à vontade num lugar que proporciona riqueza de elementos naturais, como no Ateliê Anjico.
Os objetivos principais desses dias são diversão e relaxamento. 
Sucesso total!...

 Com crianças de várias idades e cada uma com sua peculiaridade, me sinto honrada em poder me camuflar entre elas e aproveitar toda essa energia da infância sentindo o vento quandocorremos e balaçamos, sentindo a água nas aventuras pelo Córrego do Urubu, a terra no contato com as minhocas e como ingrediente especial das deliciosas comidinhas que eles preparam, e ainda tivemos fogo!...

 ...O fogo que uniu familiares e celebrou os dias de diversão e conexão que tivemos durante a semana.
É sempre muito gostoso estar com essas pessoas de pouca idade, mas tanto potencial.
Melhor ainda quando estamos soltos num lugar que nos permite ser e se expressar, dando oportunidade de enxergar também nossas limitações e seguir os acordos coletivos, em paz e harmonia."
Andressa Regina

Depoimento da Raquel:
"As crianças nos sacodem, nos trazem movimento nos convidam para estar na vida real. Para viver mais os sentidos e o corpo...

...A natureza agradece a presença destes seres que visitaram a Chácara Muricy," 

                                                           Parece que foi ótimo né?

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Final Feliz!

Para finalizar em grande estilo as aulas do projeto Arte-Educação-Ambiental na Escola Classe Varjão levamos as crianças para visitar o Viveiro Comunitário do Lago Norte.

 A Adriana Morbeck, que esteve com a gente na atividade de plantio na escola, foi quem nos recebeu por lá. Ela propôs uma atividade divertida para estimular o cuidado entre as crianças, um passeio no tapete mágico.


 O Viveiro é uma iniciativa da Administração do Lago Norte, que agregou pessoas e instituições interessadas em promover um meio-ambiente mais saudável em todos os sentidos através do plantio de árvores.

 As crianças puderam conhecer diversas sementes de árvores do Cerrado...

 ... e também puderam semeá-las.

O viveiro fica às margens do Lago Paranoá e prá fechar com chave de ouro nossas aulas: tchibum!
Em agosto faremos uma exposição para compartilhar com a comunidade escolar e do Varjão fotos e trabalhos das crianças produzidos durante o semestre. Mas isso já é assunto para uma próxima postagem. 
Até lá!

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Reciclando e plantando

 Começamos na manhã da terça-feira passada apresentando às crianças o material que temos divulgado nas mídias sociais, como este blog, vídeos no youtube, página no facebook e postagens no instagram.

 E depois, abordamos de forma lúdica a questão dos resíduos sólidos, o 'lixo' que produzimos e que muitas vezes poderia ser reutilizado ou reciclado.
Para isso levamos diversos materiais que iriam para o lixo para serem reutilizados: caixas de suco, rolinhos de papel higiênico, retalhos de EVA, tampinhas de garrafas e potes, caixas de papelão...

 Cola aqui, prega lá, recorta ali, junta acolá...

 Com esse material e a imaginação das crianças produzimos casinhas, carrinhos, maquetes, cobras e outros animais e até um celular de brincadeira!

À tarde, no plantio, a Adriana Morbeck, que trabalha no Viveiro Comunitário do Lago Norte, esteve com a gente, ensinando-nos a plantar e cuidar das plantinhas. As mudinhas vieram do viveiro, além de adubo e outros insumos.

 As crianças se envolveram bastante nessa atividade.

E a Escola ganhou regadores para que as crianças possam auxiliar na manutenção do jardim.